COBRANÇA REGISTRADA

Mais informações referente a nova plataforma de cobrança da FEBRABAN

Nova Plataforma de Cobrança – FEBRABAN

O Órgão Regulador do Sistema Financeiro, Banco Central do Brasil, exigiu que todas as cobranças bancárias devem ser registradas a partir de Janeiro/2017.

O que isso significa?
A partir de Janeiro/2017 todos os boletos deverão ser registrados no sistema do banco que enviará os dados para a base CIP (Câmara Interbancária de Pagamentos), através do arquivo de remessa. É com base neste arquivo que o sistema poderá conferir se os dados do boleto estão iguais aos dados que foram registrados antes de efetuar a compensação.
Quando iniciará efetivamente esta mudança?
Será realizada em etapas com prazos diferenciados baseado na faixa de valor em que o boleto se enquadra. Mais informações no site da FEBRABAN.
O que acontece se o cliente tentar pagar um boleto que não foi registrado?
Não será aceito na rede bancária, só conseguirá efetuar o pagamento no banco emissor.
Quais os motivos desta mudança?
  • Diminuir a ocorrência de fraude;
  • Eliminar pagamento em duplicidade;
  • Possibilidade de rastreabilidade (identificar quem está pagando);
  • Permitir o pagamento do boleto vencido em qualquer banco;
  • Não existir mais inconsistências no pagamento (pagar menos que o valor do boleto);
  • Adequação à Circular nº 3.598/3.656 (normas do Banco Central).
Quais são os dados obrigatórios que devem constar nos arquivos de remessa?
  • Nome do Pagador;
  • Instituição Financeira Emissora;
  • Nome, Endereço, CPF/CNPJ do emissor;
  • Valor do título;
  • Data de vencimento;
  • Condições de descontos previstas;
  • CPF/CNPJ do pagador;
  • Data limite de pagamento.



Vídeos explicativos

Palestra "Nova Plataforma da Cobrança - Boletos com Registro"
WALTER TADEU - FEBRABAN
NOVA PLATAFORMA DE PAGAMENTO DE BOLETOS - COBRANÇA REGISTRADA
WALTER TADEU - FEBRABAN